Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

“Esta democracia não é perfeita porque nós não somos perfeitos. Mas, temos de defendê-la para melhorá-la, não para sepultá-la”.

O golpe não foi dado por um bando de “porra-loucas”. O golpe foi gestado, planejado e organizado a partir de constantes viagens de seus líderes – ou executores – internos aos EUA. Desde que ficou claro, aos abutres locais e externos, que seria difícil tirar do poder aquela coalização de centro esquerda, que assumiu o poder em 2003. É preciso que tal fique evidente para que possamos organizar a resistência ao que ainda virá deste golpe.
Por João Sosa[*]

A presidenta Dilma disse, em Porto Alegre, no dia 23 de janeiro, que todo o golpe antes de ser vencido passa por um período em que se torna “duro demais”. E esse golpe se encaminha para isso. Então, teríamos que questionar o que seria esse momento de rijeza golpista.
Farei aqui um exercício de perspectivas futuras, tentando fazer uma interpretação do contexto histórico, não se trata de informação, mas também está longe de ser futurologia, se eu tivesse que apostar, diria que o planejamento dos golpistas é criar um caos, isto é, uma convu…

Últimas postagens

INTERESSES DE CLASSE DISTORCEM A HISTÓRIA

Ser de esquerda em tempos sombrios

‘Desigualdade existe porque o capital é a prioridade, não os direitos humanos’

DESMONTE: Saúde mental: uma canetada não apaga 30 anos de luta

Ataque aos comunistas, aplausos aos capitalistas

As 14 características do fascismo, por Umberto Eco. Parecem familiares?